Flávio Toni: Identifique a sua zona de conforto e fique longe dela!

Neste artigo, você irá descobrir que a lógica também depende do seu ponto de vista e assumir riscos pode ser a chave para o sucesso.

IMG_1003

Executar de forma diferente e pensar aquilo que ninguém nunca pensou; não importa o quão experiente você é, o mercado atual precisa e respira inovação. Isto contribui para que companhias invistam em estratégias ousadas e criem equipes multidisciplinares.

Dentro desta realidade, não é raro encontrar profissionais trabalhando fora de suas zonas de conforto. A diversidade de pessoas traz uma pluralidade de pensamentos e isto é essencial para assegurar diferentes respostas e nos trazer questionamentos variados sobre um mesmo problema, gerando insights e soluções para uma gama de clientes cada vez mais exigentes.

Mas como isso funciona na prática? Como um profissional pode se destacar trabalhando fora de seu campo principal de atuação ou estudo, por exemplo? Veja abaixo como está sendo a minha experiência neste tipo de situação e o quão enriquecedor pode ser trabalhar fora da zona de conforto.

De uma formação técnica ao mundo dos negócios: dicas de um estudante de engenharia que conquistou a posição de CEO por um mês de uma empresa de recursos humanos!

Apesar de ser estudante de engenharia de produção, eu tive a oportunidade única de ser o Head da Adecco – o líder mundial no fornecimento de soluções em RH – no Brasil, durante um mês. Os desafios para inovar em um mercado até então desconhecido são enormes, mas eu descobri que os benefícios que isso pode trazer são ainda maiores. Esta experiência está sendo incrível! Estou aprendendo e contribuindo mais a cada dia.

Portanto, se você está passando por uma situação que requer mudanças, ou se você quer tomar a decisão de mudar, lembre-se:

  • Paixão é o núcleo: qualquer que seja o desafio, o único modo de fazer um ótimo trabalho é amando o que você faz. Concentre-se no “por que” você está fazendo, em vez de “o que”; afinal, não há nada maior do que aquilo que não pode ser medido;
  • Seja um eterno aprendiz: você deve estar disposto a expandir sua mente e nunca se esquecer de que você sempre terá algo a melhorar. Escute as pessoas, seja humilde e trabalhe em equipe!
  • Assuma os riscos: não se preocupe com aquilo que aconteceria se você falhasse, mas sim com o que conseguiria se obtivesse sucesso. Claro que é importante avaliar cada situação, os seus prós e contras, mas nada é mais valioso do que se preocupar com aquilo que realmente te motiva.

Recordando os pontos acima, você terá confiança para identificar a sua zona de conforto e ficar longe dela! Como Richard Branson disse: “Se você não deixar ninguém construir uma caixa em torno de você, então você nunca terá que pensar fora da caixa”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *